Dicas práticas para portas acústicas

Essa semana me pediram umas dicas práticas de acústica, para tentar resolver alguns problemas de maneira prática, rápida e de baixo custo. Tudo que todo bom brasileiro adora! Bom, antes disso vale a pena alguns comentários sobre o que é gambiarra e o que não é. O que pode ser feito por conta própria e o que precisa de um especialista.

Quem está querendo montar um home studio, um home cinema, ou apenas uma sala de ensaio em casa é que está procurando desesperadamente por umas dicas de acústica. Digo isso porque eu mesmo já estive nesta situação, quando a cerca de 10 a 15 anos atrás eu tinha um quartinho na casa dos meus pais que era aos fundos, com um banheiro e muita inspiração saindo dele (pense o que quiser J). Naquela época eu tocava em diversas bandas e me metia de produtor dos colegas, gravando baixo, violão, voz, guitarra e também programando umas percussões, teclados e baterias eletrônicas. Na época gostava de gravar a voz no banheirinho porque tinha um reverb legal e pelo menos não pegava muito dos ruídos do computador e da minha cadeira.

Bom, uma gambiarra que todo mundo faz nessas ocasiões é colocar um monte de colchões na frente da porta, uns edredons nas janelas e colocar caixa de ovo nas paredes ou teto. Nunca fiz essas coisas, mas na época já sabia que isso não iria realmente adiantar quase de nada. Além de somente dificultar a passagem no quartinho estreito, e atrair baratas e ratos para o local. Mas meus amigos músicos tinham todos essas coisas nas paredes, e mesmo assim as mixagens deles ficavam tão ruins quanto as minhas. Eu tinha noção que somente com uma acústica boa conseguiria chegar em outro nível mais profissional. Naquele momento era o melhor que eu conseguiria com as ferramentas que tinha. Bom, mas vamos lá para as coisas que funcionam e outras que são mitos:

A porta, entrada do paraíso

Se você tem um local que deseja isolar o ruído, a primeira dica é investir em uma boa porta. E para isso ela tem que ter duas coisas fundamentais: ser pesada e não apresentar frestas. Então esquece de colocar um monte de caixa de ovo ou espuma sobre aquela sua porta de metal furadinha! Ou ainda, esqueça de colocar caixa de ovo nela a fresta de baixo passa um dedo. As duas coisas, peso e vedação, devem andar juntas! Se a sua porta não é maciça, não vais conseguir isolar um som de bateria nunca! A não ser que ela tenha um sistema complexo com várias camadas de material pesado e poroso alternados. Uma porta com pouco peso, por ser oca, nunca dará um desempenho razoável.

Trocou a porta ou já tem uma porta acústica descente? Beleza, agora é a hora de isolar bem as frestas. Para isso, existem sistemas que você compra para a soleira, outros que se compra para o batente e outros que podem ser instalados em baixo da porta.

soleira

Para a soleira, as vezes um tropeço é necessário para criar um batente embaixo, com uma borracha de vedação, ou ainda, existem sistemas automáticos que ao fechar liberam uma guilhotina com borrachas que tocam no chão e fazem a vedação.

vedaporta1

 

Existem diversos tipos e modelos, sendo alguns de colar, outros de parafusar e outros somente de encaixar em um friso. A recomendação é sempre comprar uma porta boa com o sistema de vedação pronto, ou ainda comprar cada elemento de vedação e ter um bom marceneiro para acertar a porta e o batente para você.

vedaporta2

 

Se você gosta de pegar nas ferramentas e fazer acontecer, legal! Mas tenha em mente que diversos ajustes são necessários. Por exemplo, colocar a dobradiça de maneira a não gerar folgas na pressão que deve ser feita na borracha, e ai vai…

vedalateral

 

Um abraço e conto com os teus comentários aqui no blog, ok? Temos comunidade no facebook, é só clicar aqui. E se aceitas um presente, baixe os nossos e-books gratuitos clicando aqui e escolhendo o seu na parte de Materiais Didáticos. Aproveite!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resolva a equação para comentar *