LEGO investe em materiais sustentáveis

A LEGO e seus emblemáticos blocos de montar são conhecidos pelos arquitetos como uma inspiração no mundo da construção; contudo, a influência da empresa de brinquedos dinamarquesa na indústria da construção está prestes a se tornar muito mais direta. Recentemente a empresa anunciou a criação de seu próprio centro de pesquisas em materiais sustentáveis, com um investimento de aproximadamente US$ 150 milhões destinado a encontrar e desenvolver alternativas ao plástico usado em seus produtos e embalagens.

O LEGO Sustainable Materials Center, que tem construção prevista para o próximo ano, se localizará na sede da LEGO em Billung, Dinamarca, e reunirá centenas de especialistas em ciências e engenharia dos materiais. A LEGO também pretende manter e expandir suas colaborações com organizações como a World Wildlife Fund (WWF) na busca por alternativas sustentáveis.

“Nossa missão é inspirar e ensinar os construtores de amanhã”, disse o proprietário do Grupo LEGO, Kjeld Kirk Kristiansen. “Acreditamos que nossa maior contribuição a isso seja através das experiências lúdicas e criativas que proporcionamos às crianças. O investimento anunciado é uma prova de nossa persistente ambição de causar um impacto positivo no planeta que as futuras gerações herdarão.”

Embora o foco inicial do centro de pesquisa seja desenvolver materiais sustentáveis para as 60 bilhões de peças produzidas anualmente pela empresa, suas descobertas terão impactos inevitáveis em outros setores que trabalham com plásticos – inclusive a arquitetura. O Grupo LEGO também comunicou que divulgará continuamente o progresso de suas pesquisas, que têm como objetivo substituir todos os materiais usados atualmente por alternativa sustentáveis até 2030.

 

Fonte: Archdaily

Inscreva-se agora para a live de acústica em igrejas
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resolva a equação para comentar *